• 1-800-123-789
  • info@webriti.com

Atingir o objetivo justifica os meios?

Atingir o objetivo justifica os meios?

Atingir o objetivo justifica os meios?

 

Atingir o objetivo justifica os meios?

 

No post anterior falamos sobre a importância de ter objetivos para que você possa ter clareza do que fazer, se manter inspirado e ter resiliência diante das adversidades. No post de hoje, vamos propor uma reflexão sobre se atingir o objetivo justifica os meios? Ou seja, vale tudo na corrida para um atingir um objetivo?

Antes de mais nada, não é nossa intenção limitar o processo criativo ou até mesmo o pensamento inovador. A reflexão é para despertar a atenção sobre a necessidade de atender critérios mínimos ao se definir um objetivo. Você já ouviu falar em objetivos SMART? Esta é uma forma inteligente de definir onde você deseja chegar, seja enquanto pessoa, profissional ou empresário através da definição de objetivos que passam pela análise de cinco atributos, são eles:

Se você tiver dificuldade para estabelecer algum dos cinco atributos acima para um determinado objetivo, talvez tenha que refletir sobre a aderência do seu objetivo. Mas vamos lá, uma vez com o objetivo SMART definido, basta colocar a mão na massa e iniciar os trabalhos? Depende do nível de complexidade do seu objetivo… Realmente a definição do objetivo é algo muito importante, mas trata-se apenas do primeiro passo e você já pode se considerar um vencedor, pois acredite, muita gente não consegue chegar nem a este ponto!

A partir da definição de um objetivo SMART, o próximo passo é a definição de algumas premissas que vão lhe orientar sobre os caminhos a serem trilhados até o objetivo. Vejamos um exemplo: se o seu objetivo for comprar uma casa de um milhão de reais à vista, através de atividades extras ao seu trabalho, dentro de cinco anos. Este seria um objetivo nobre, não é? A grande pergunta é: Você pode fazer qualquer atividade extra para atingir o seu objetivo? Até mesmo algo fora da lei? Apesar de ser um exemplo extremo, como atuar fora da lei, existe diversos aspectos que devem ser analisados e estabelecidos para que você possa iniciar os trabalhos rumo ao seu objetivo. Vejamos alguns aspectos já definidos em ordem de importância:

Legal / Regulamentador

Em primeiro lugar, é fundamental a identificação de todos os aspectos legais e regulamentadores que giram em torno do seu objetivo para que você possa seguir os normativos e se manter legalizado, evitando assim, problemas com a justiça.

Social / Ambiental

Em segunda posição, a identificação de todos os aspectos sociais e ambientais que possam ser influenciados pelas atividades inerentes ao seu objetivo. Caso exista alguma influência negativa, devem ser identificadas medidas compensatórias e neste caso, analisar também os aspectos legais já relatados no item acima.

Imagem / Reputação

Em terceira posição, você deve ter clareza sobre a imagem e a reputação que serão construídos ao atingir o seu objetivo, pois toda ação, tem uma reação e para evitar frustrações no futuro, esta questão deve estar bem resolvida.

Orçamentário / Financeiro / Econômico

Em quarta posição, a definição orçamentária para delimitar os tipos de gastos envolvidos nas atividades, bem como a identificação das fontes de recursos necessários para manter os compromissos até o atingimento do objetivo.

Operacional / Produtividade

Em quinta e última posição, determinar as atividades relevantes e também uma forma que se possa mensurar a produtividade ao longo do tempo, viabilizando o controle durante a caminhada.

Esperamos ter contribuído no processo construtivo de seus objetivos e vamos em frente que 2019 já se foi e agora temos que planejar os objetivos de 2020!

 

Leia em nosso Blog outras postagens relacionadas ao assunto nos links abaixo:

A importância de ter objetivos

Como vencer as crenças limitantes

A importância das referências no processo decisório

Avatar
Thiago Wilker Lima

Empresário, Engenheiro de Telecomunicações e Especialista em Sistemas de Informação