• 1-800-123-789
  • info@webriti.com

A diferença de Processos e Projetos

A diferença entre Processos e Projetos 2

A diferença de Processos e Projetos

A diferença de Processos e Projetos

 

Conciliar a rotina do dia a dia como escovar os dentes, tomar café, fazer atividade física, ir ao trabalho dentre outras mais, não é nada fácil e agora imagina que estamos chegando ao final do ano e aquela vontade de algo novo, novas ideias e projetos vão surgindo e os pensamentos vão longe… Mas antes de pensar nos projetos de 2020, como foi o resultado dos projetos de 2019? Para aqueles que conseguiram, parabéns!!! E agora para os que tiveram dificuldades na condução, possivelmente esta dificuldade ocorre em função do desconhecimento sobre a diferença de Processos e Projetos e no texto de hoje, vamos esclarecer esta questão para lhe ajudar nos próximos projetos.

Processo = Rotina de tarefas que mantêm algo funcionando

Um processo é composto de tarefas rotineiras para manter algo funcionando, normalmente existe uma ordem preestabelecida com horários determinados.

Projeto = Sequência de tarefas que constroem algo

Já um projeto é composto de um grupo de tarefas para construir algo novo, e uma característica bem distinta de um Processo é que as tarefas já são criadas com data de início e fim preestabelecidas.

O ser humano é bem adepto a Processos, desde questões fisiológicas como acordar e dormir, como nas questões do dia a dia como assistir jornal após o jantar. Mas para Projetos, a “coisa é diferente”!!! Você já ouviu falar na 1ª Lei de Newton? “Todo corpo continua em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em uma linha reta, a menos que seja forçado a mudar aquele estado por forças aplicadas sobre ele”. Esta é uma Lei da Física e que nos diz muito sobre o esforço da mudança de estado em que nos encontramos…Pois é, aquela ideia de emagrecer e ter uma vida mais saudável, sabe? Não é nada fácil conseguir, não é?

Para construção de um Projeto, é importante ter uma motivação que estabelece um objetivo claro e depois precisa havera definiçãodas etapas relevantes durante a condução, estas etapas que serão compostas pelas tarefas que precisam ser realizadas. Mas na hora de definir as tarefas, seja bem específico e direto, se você ler o descritivo da tarefa e tiver que interpretar, tem algo errado…

Agora a questão mais relevante e que talvez seja o ponto de maior dificuldade em realizar os seus Projetos… A conciliação das tarefas de Rotina com as tarefas de Projetos! Não temos como simplesmente “parar” as tarefas de Rotina para a inclusão das tarefas de Projetos, então temos que realizar uma análise, pois precisamos liberar tempo onde serão inseridas as novas tarefas. Como sugestão, a análise deve considerar os seguintes pontos:

1) Quanto tempo você precisa para realizar as tarefas do novo Projeto?
2) Quais as tarefas do novo Projeto podem ser delegadas?
3) Quais as tarefas de Rotina podem ser “suspensas” por um tempo sem afetar o Processo?
4) Quais as tarefas de Rotina podem ter remanejadas por um tempo sem afetar o Processo?
5) Quais as tarefas de Rotina podem ter o tempo de execução reduzido sem afetar o Processo?

Diante desta análise, você provavelmente conseguirá encaixar o Projeto em sua Rotina e concluir cada tarefa e esta deve ser a missão do dia a dia e ao final de 2020, pode ter certeza que os seus Projetos serão realizados com sucesso!

 

Abaixo o link de alguns post’s anteriores de temas relacionados ao de hoje.

 

A importância de ter objetivos

Metodologia de gerenciamento de projetos

Como Gerenciar o seu Tempo em seus Projetos

Inteligência Emocional na Gestão de Projetos

Avatar
Thiago Wilker Lima

Empresário, Engenheiro de Telecomunicações e Especialista em Sistemas de Informação